Guloseima: 9 anos no ar

lmguloseima
A minha versão do Abaporu: celebrando a vida com vinho, boa comida, ótima companhia. Foto: Guloseima.net

 

“Seja verdadeiro”. Ou melhor, seja verdadeira. Fiquei matutando essas palavras esta semana, pensando nos novos rumos aqui do Guloseima e da minha própria vida. Pois é, eis que o Guloseima acaba de completar 9 anos. Foi logo agora, em abril. Quase um mocinho, já.

Muitas águas rolaram de lá para cá, muita coisa boa aconteceu. Sem pressa, com pressa. Assim, tudo ao mesmo tempo, como sempre fui, como ainda sou. O Guloseima nasceu no UOL Blog, em abril de 2006. Integrou o primeiro coletivo de blogs, o Interney, já extinto. Foi parceiro do iG. Migrou de novo, dessa vez para o falecido Blogs Abril. E, em seguida, ganhou casa própria e endereço novo: o Guloseima.net, onde permanece até hoje.

Agora, aos 9 anos, o Guloseima ficou ainda melhor: tem um template novinho em folha, adaptado por uma dupla pra lá de talentosa (Lanika.net + Carolina Y); traz fotos maiores e receitas bem explicadas, para você cozinhar sem medo. O conteúdo antigo permanece, para a gente lembrar do que passou, dos erros e acertos, e tentar fazer sempre melhor.

Mas temos novas seções fixas: Receitas, Restaurantes, Vinhos e Bebidas, Viagens, Novidades. Traremos sempre notícias fresquinhas do mundo maravilhoso da gastronomia, com resenhas de restaurantes, dicas de produtos, relatos saborosos de viagens e, principalmente, receitas. Minhas e de chefs queridos, que fazem a diferença para trazer mais alma para a nossa cozinha.

Porque cozinhar, assim como escrever, exige um bocado de técnica – “90% transpiração”, é o que dizem. Mas asseguro que os “10% de inspiração” são fundamentais para dar o gosto de comer e de ler.

Por isso, o “seja verdadeira”, lá do comecinho deste texto. É meu mantra para tudo o que faço. E, com o Guloseima, não poderia ser diferente. Nosso mote não poderia ser mais verdadeiro, pois: “Comida é coisa séria”. Aqui em casa, tenho certeza de que é coisa seriíssima. E, na sua casa, também.

Aos amigos e leitores antigos, obrigada pelo carinho e por terem permanecido neste espaço, mesmo quando ele estava escondidinho. Aos leitores novos, meus cumprimentos e meu desejo de boas-vindas. Voltem sempre!

Que delícia estar em casa.

 

Guloseima em festa

No dia 18 de abril de 2006, numa era longínqua, nascia o Guloseima. 😛

Naquela época, eu trabalhava no UOL e decidi criar um blog sobre comida, para dar vazão à minha curiosidade crescente sobre o assunto. Vale mencionar que, é claro, eu adoro blogs! Cada vez mais.

Eu estava de viagem marcada para Paris, o lugar em que me sinto em casa. Era minha lua-de-mel, e aproveitei a viagem para escrever um outro post, um mês depois, sobre as comidinhas que encontrei por lá. E assim, nascia este blog.

De lá para cá, foram algumas mudanças de endereço até chegar à esta casa própria, pouquíssimos percalços e muitas, muitas alegrias.

Fui me interessando cada vez mais pelo universo da gastronomia e passei a ler tudo sobre o assunto, ver filmes relacionados ao tema, descobrir novos blogs queridos de comida, frequentar restaurantes diferentes e… cozinhar, é claro!

Ano passado, fiz o curso de chef de cozinha na Escola Wilma Kovesi, e meu amor pelas panelas só cresceu. Mais do que aprender a cortar direito um legume ou preparar um caldo saboroso, dentre milhares de técnicas culinárias, aprendi a ler receitas, a escrever melhor sobre o assunto e, natualmente, fiz amigos para a vida toda, como a Kátia, o David, o Paulo, o Rinaldo, a Liginha, e todos os outros queridos do curso.

Sinto muita falta das aulas, e uma falta incrível de cozinhar com afinco e dedicação toda semana. A vida é tão corrida que, muitas vezes, nem eu  – que adoro! – consigo encontrar um tempo para cozinhar.

Por isso gosto tanto do Guloseima… É aqui que encontro espaço para falar abertamente do meu assunto favorito, encontrar os amigos, falar com leitores de todo canto do mundo, dividir um pouco com vocês o conhecimento culinário que desenvolvi até agora, e que pretendo desenvolver ainda mais.

Cozinhar é um aprendizado para a vida toda, e isto é o que mais me encanta neste caminho. Sou uma aluna dedicada, adoro aprender. E gastronomia não tem fim! 🙂

Por isso, desejo vida longa e próspera ao meu querido Guloseima. Que ele perdure, e que eu possa contribuir, ainda que um pouquinho, com a felicidade de cada um de vocês, leitores amados. Ainda que na cozinha! 😀

Feliz aniversário de 3 anos, blog querido!

Presentes de aniversário

No dia 12 de novembro eu completei 30 anos e entrei para o fabuloso universo das balzaquianas… Para me agradar em minha nova “fase” da vida, meus amigos adoráveis me presentearam com coisas incríveis, em sua maioria com temática gastronômica. Adorei, naturalmente. E muito!

Um dos presentes mais especiais foi uma bolsa linda de pano com delícias do mundo todo: flor de sal francesa em três versões, mostarda Dijon (amo muito!), geléias, óleo de gergelim, Nutella e até uma latinha de harissa, um condimento árabe perfeito para aromatizar o caldo do cuscuz marroquino. Obrigada, Carla e Lello! :)) Pensando nos prazeres da carne, o casal incluiu também um livrinho com milhares de dicas para enlouquecer um homem na cama. Ai, Jesuis! Será que já estou precisando disso??

Meu marido, menos ousado, me presenteou com o maravilhoso livro Chefs: segredos e receitas – para reforçar, com lindas fotos, todas as técnicas culinárias que aprendi ao longo do ano no curso de chef da Escola Wilma Kovësi de Cozinha.

Dos queridos amigos do curso, Kátia e David, ganhei um livro maravilhoso com receitas de “pequenos almoços”, do Le Cordon Bleu, e um cd da Diana Krall para embalar os bons momentos na cozinha.

Do André, veio A Itália de Jamie, e de Rafael e Daniele, o ótimo A rainha que virou pizza. Ricardo a Ana Lia me brindaram com uma linda garrafa de azeite fresquinho, que a família dela produz lá em Portugal.

Para finalizar, mi maridón se compadeceu e me deu também um notebook novinho e cor-de-rosa, para combinar bem comigo e facilitar minha vida virtual.

Agora eu bem precisaria de férias, uns bons meses de descanso, para botar toda essa leitura em dia… E escrever todos os comentários aqui, depois!

Mas, que nada! O Natal está logo aí, o curso está no fim… Tenho muito o que cozinhar.