Potage parmentier

Potage parmentier: batatas e alho-poró formam a base desta sopa. Foto: Luciana Mastrorosa/Guloseima
Potage parmentier: batatas e alho-poró formam a base desta sopa. Foto: Luciana Mastrorosa/Guloseima

Quando a gente fica doente, perde a fome. Isso também vale para os males de amor: infelicidade conjugal é falta de apetite na certa. Por isso, quando os aromas da panela fumegante começam a ser novamente atraentes, fazendo a boca salivar e os olhos brilharem um pouco mais, é sinal de que as coisas estão indo melhor.

Minha opção desta vez foi por uma versão à minha moda da famosa potage parmentier, uma sopa preparada com batatas e alhos-porós fatiados. Manteiga, cebola, azeite de oliva, pimenta e louro completam o caldo.

O mágico desta sopa é que ela pode ser servida quente e pedaçuda, ou batida e fria, com creme de leite fresco.

Eu prefiro assim, pura e quente, em pedacinhos delicadadamente dourados de manteiga e azeite, prontos para serem engolidos sem grandes dificuldades:

POTAGE PARMENTIER À MINHA MODA
Rendimento: 4 porções

4 batatas médias sem casca, em cubinhos
2 alhos-porós grandes, bem limpos, finamente fatiados
1 cebola média picadinha
1,5 litro de caldo de frango
1 folha de louro
2 colheres (sopa) de manteiga
2 colheres (sopa) de azeite extravirgem
sal e pimenta-do-reino moída na hora, a gosto

Aqueça a manteiga e o azeite numa panela grande, em fogo médio, e sue a cebola até murchar levemente. Acrescente o alho-poró fatiado, coloque uma pitada de sal, mexa e mantenha no fogo até murchar. Acrescente as batatas, a folha de louro e tempere com mais uma pitada de sal e pimenta. Junte o caldo de frango quente e misture. Quando ferver, abaixe bem o fogo, tampe a panela e deixe cozinhar por cerca de 30 minutos, ou até que as batatas estejam macias. Verifique o sal, mas cuidado para não salgar demais. Como diria Dona Canô, “o sal é um dom”.

Para servir, retire a folha de louro e coloque a sopa em tigelas individuais. Finalize com mais azeite e pimenta e sirva com tiras de pão torrado.

Para uma versão gelada, deixe a sopa esfriar e acrescente 1 xícara (chá) de creme de leite fresco. Bata no liquidificador e mantenha na geladeira até a hora de servir. Sirva com croûtons ou folhinhas de ervas frescas.

*

Cat Power – Troubled Waters

Vichyssoise

vichyssoise650

Uma clássica e vencedora combinação de batatas e alho-poró. Além de deliciosa e versátil (pode ser servida fria ou quente), colabora com a cintura: dizem que o alho-poró ajuda a desinchar o corpo. Nesse caso, melhor evitar o creme de leite. 🙂

VICHYSSOISE
Rendimento: 4 porções

3 batatas médias
3 alhos-poró (só a parte branca)
1,5 litro de caldo de frango
40 g de manteiga (2 colheres de sopa)
180 ml de creme de leite fresco (ou a mesma quantidade de leite integral, bem gordo)
1 bouquet garni (1 folha de louro, 3 raminhos de tomilho fresco, 3 pimentas-do-reino em grão)
sal e pimenta-do-reino a gosto

Descasque e corte as batatas em cubos e reserve. Lave bem o alho-poró, fatie e frite (sue) na manteiga, até amolecer bem. Quando estiver bem macio, acrescente as batatas, junte o caldo de frango e espere ferver. Quando começar a borbulhar, acrescente o bouquet garni, abaixe o fogo e deixe cozinhar, com a panela tampada, até os legumes estarem bem macios.

Quando tudo estiver cozido, coe o caldo (com cuidado!), descarte o bouquet garni e bata os sólidos no liquidificador, com MUITO cuidado, porque o conteúdo vai estar quente. Eu tirei a tampinha menor da tampa do liquidificador e coloquei um pano limpo em cima, para não espirrar e não explodir o copo! 🙂

Ao bater, vá juntando aos poucos o caldo, até a sopa ficar bem cremosa. Para finalizar, acerte o sal e a pimenta-do-reino e acrescente o creme de leite fresco, espere esfriar e sirva com um pouco de salsinha ou ciboulette (cebolinha francesa) picada. Eu não tinha creme de leite em casa, então acrescentei a mesma quantidade de leite integral fresco, e ficou ainda mais leve. Um fio de azeite extra-virgem também fica ótimo.

Sirva acompanhada de torradinhas com manteiga e alho. Uma tacinha de vinho é sempre recomendável.