Café da mamãe

Maio está cheinho de novidades, que coisa boa! 🙂

Dia 25/05 tem o lançamento do Pingado e Pão na Chapa – Histórias e Receitas de Café da Manhã, como já anunciei para vocês aqui.

E por ocasião do lançamento do livro, o UOL me convidou para fazer uma matéria muito divertida para a TV UOL. O resultado está no ar hoje!

No vídeo, eu ensino a preparar uma bandeja linda de café da manhã para as mamães.

E para completar o ciclo, amanhã às 13h30 falarei ao vivo na rádio CBN sobre o Guloseima e meu livrinho novo. 🙂

Segue o vídeo de hoje, digam o que acharam:

Café da manhã com blueberry

Acordei cedo, espontaneamente, sem a ajuda do despertador. Fato raro. A faxineira me dá bom dia e diz “nossa, acordou cedo, né?”. É. Meu irmão me cumprimenta na internet e diz: “Milagre! Caiu da cama já?? Deve ser o calor…”. Pois é.

Quando essas coisas acontecem, o melhor a fazer é encontrar uma novidade. Um dia que começa diferente pode trazer muitas coisas boas, desde que a gente se disponha a manter o ritmo e enfrentar o sol bonitão lá fora.

Já que é assim, pensei, por que não começar o dia com blueberries? Os mirtilos, como são conhecidos em português, são pequenas bolinhas azuladas, docinhas, mais conhecidas por fazer bonito em geléias (importadas) e muffins.

Ultimamente, começaram a aparecer blueberries frescos nas feiras e nos mercados, muito mais baratos do que já foram um dia. Aproveitando uma dessas situações, trouxe 100g de blueberries pra casa esta semana e… tinha esquecido de comer!

Até hoje. Como acordei cedo, espontaneamente, decidi mudar o meu café da manhã. Não comeria minha habitual banana-prata, mas blueberries fresquinhos. Não tomaria leite fresco semi-desnatado, mas iogurte desnatado. Não usaria açúcar, mas mel. Mel! Alguma coisa aconteceu enquanto eu dormia, só pode ser isso…

O resultado é que foi um dos cafés da manhã mais bacanas que eu tive nos últimos tempos! Mas, antes que você pense em investigar se eu fui abduzida por alienígenas, vou te tranquilizar: eu não troquei meu café de todo dia por chá. Até tentei me inspirar no capitão Picard, do Star Trek, e pedir um “Tea. Earl Grey. Hot”. Mas aí também já seria demais. Mantive o café e tomei duas xícaras.

Haja energia! Carnaval, aí vou eu!

E você, o que costuma comer no café da manhã? Vai de blueberry ou prefere um moranguinho? Conte tudo pra gente aqui nos comentários!

Foto: Embrapa