Curry de frango e pera

Hoje preparei um curry de frango e pera muito rápido, ficou pronto em meia hora. Fica maravilhoso com arroz branco.

CURRY RÁPIDO DE FRANGO E PERA
Rendimento: 2 porções

1 peito de frango (500 g) sem pele e sem ossos, em cubinhos
1 xícara (chá) de caldo de frango
3 dentes de alho picadinhos
1/2 cebola picada
3 cravos
1 canela em pau
2 colheres (sobremesa) de curry em pó
1 folha de louro
300 g de creme de leite fresco
1 pera portuguesa, sem casca, em cubos
1 colher (sopa) de manteiga
1 colher (sopa) de azeite de oliva
sal e pimenta-do-reino a gosto

Em uma panela média, aqueça o azeite e a manteiga. Junte a cebola e o alho e mantenha no fogo até dourar. Acrescente o frango em cubinhos e tempere com um pouco de sal e pimenta.Misture bem e frite até que o frango esteja levemente dourado.

Junte a pera, o curry, o louro, os cravos e a canela e misture. Acrescente em seguida o caldo de frango quente e mexa bem. Adicione o creme de leite e abaixe o fogo, mexendo sempre até o creme engrossar ligeiramente. Acerte o sal e a pimenta, misture bem e sirva em seguida, com arroz branco.

Se quiser, junte também fatias de manga fresca ou alguma verdura refogada, como espinafre ou escarola.

*

E para quem perdeu a minha entrevista para a rádio CBN, no sábado passado, deixo aqui o link para o áudio. Ficou muito divertido, acho que você vai gostar.

Canja de outono

canja-outonalAdoro o outono! É, de longe, minha estação favorita do ano. Quando o tempo começa a esfriar, o desejo por comidas quentinhas aumenta. Sopas, ensopados, tortas recém-saídas do forno, bebidas quentes pela manhã, para acompanhar uma torrada fresquinha com um ovo mexido…

Uma sopa bem quentinha para curtir o jantar em casa é uma dádiva dos deuses.

Na geladeira, tinha peito de frango com osso, batatas, mandioquinha, tomates, salsão, alho-poró e cheiro-verde. Cebola, alho, azeite, louro, sal e pimenta eram os temperos. O que fazer com tudo isso? Sempre faço sopa de frango com legumes, mas hoje queria algo com mais gosto de frango, como um caldo intenso e perfumado.

Enquanto picava os ingredientes, o forte aroma do salsão invadiu a cozinha, e me mandou direto para uns 15 anos de volta no passado, quando minha mãe preparava canjas e sopas leves para mim, no fim da tarde, antes de eu ir para o cursinho, e depois antes de ir para a faculdade… De repente bateu aquela saudade imensa de morar numa casa com quintal, de ter a sopa da mamãe no fim da tarde, de alimentar todos aqueles sonhos de adolescente entrando na faculdade… Gostoso, né? E como o tempo passa rápido…

Com todas essas memórias a embalar meus movimentos, inventei uma nova versão para minha sopa de frango com legumes, que batizei de canja de outono.

Ficou com uma bela cor alaranjada, como as folhas que caem das árvores nesta época do ano. Então eu fiz assim:

CANJA DE OUTONO

1 peito de frango (sem pele e com osso) de cerca de 500 g
1 tomate grande em cubos
3 batatas grandes em cubos
3 cenouras grandes em cubinhos
4 mandioquinhas pequenas
1 alho-poró em rodelas
3 talos pequenos de salsão em cubinhos
1 folha de louro
1/2 cebola em cubinhos
1 dente de alho inteiro e com casca
3 talos de cebolinha picados
3 ramos finos de salsinha picadinha
2 litros de água
azeite de oliva quanto baste
sal e pimenta-do-reino a gosto

Em um caldeirão alto, aqueça 1 colher (sopa) de azeite. Enquanto isso, lave o peito de frango e seque-o com um papel-absorvente. Tempere-o com sal e pimenta a gosto e frite-o no azeite quente, de todos os lados, até ficar dourado. Junte então a água, a cebola picada, o dente de alho, o salsão e o louro. Tampe e deixe cozinhar por 5 minutos. Adicione a cenoura, a batata, a mandioquinha, o tomate, o alho-poró e a cebolinha, misture e tempere com 1 colher (chá) de sal. Deixe cozinhar em fogo baixo, com a panela tampada, por 20 minutos. Retire então o peito de frango e desfie-o, descartando os ossos. Volte os pedaços de frango para a sopa, tempere com a salsinha picada e ajuste o sal e a pimenta. Cozinhe por mais 10 minutos em fogo baixo e sirva.

Para a refeição ficar perfeita, coloque a sopa bem quente numa cumbuca e finalize com um fio de azeite extravirgem e uma fatia de pão torrado. Sirva uma taça de vinho, acomode-se na sala e… bom friozinho e boas lembranças para você!

*

E para lembrar, dia 25 tem lançamento do Pingado e Pão na Chapa: histórias e receitas de café da manhã, meu primeiro livro de receitas, culinária e companhia. Te espero lá na livraria Cultura!

Veja o convite aqui.